Você já ouviu falar em gig economy? À medida que o mundo está mudando, as instituições trabalhistas têm acompanhado tais transformações. A flexibilidade, a liberdade e o lucro por produção estão se tornando um fator cada vez mais importante.

Com o desejo de equilíbrio entre as rotinas profissional e pessoal entre os colaboradores, diversos indivíduos começaram a buscar modelos mais independentes. É nesse cenário que entra a gig economy.

Para entender esse conceito, continue acompanhando a leitura. No artigo de hoje explicaremos tudo o que você precisa saber sobre gig economy e seus impactos no mercado de trabalho. Confira!

O que é economia gig?
Fonte: Freepik

Leia:

Gig Economy: o que é?

O termo “gig economy” tem sido usado para descrever uma nova forma de mercado de trabalho, como freelance, serviços sob demanda, agências de contratação temporária e contratados independentes.

Ou seja, é uma economia baseada na contratação de funcionários temporários para projetos específicos, remunerando-os conforme os resultados apresentados. Dessa forma, o trabalho pode ser feito pontualmente ou frequentemente, servindo como uma fonte de renda extra ou a principal de um prestador de serviço.

Com a ascensão da internet e da tecnologia em geral, a economia gig vem aumentando em popularidade e tamanho. Algumas indústrias que viram um rápido aumento de trabalhadores temporários são transporte e logística, serviços pessoais, como dirigir para Uber ou limpeza para hóspedes do Airbnb.

Como o conceito impacta o mercado de trabalho?

Os maiores responsáveis pelo crescimento desse novo modelo de trabalho são os millennials, pessoas nascidas entre 1981 a 1995. Isso porque essa geração de profissionais tem uma maior facilidade em flutuar entre carreiras, característica que tem atraído diversas empresas em setores diferentes.

Além disso, muitas empresas perceberam que os profissionais que escolhem os projetos com os quais desejam trabalhar entregam resultados melhores do que aqueles que foram submetidos a determinadas tarefas por seus superiores.

Outro fator que impacta no crescimento desse modelo de trabalho, é a necessidade de realizar mais com menos recursos devido a crises ou corte de gastos. Com freelancers trabalhando de qualquer lugar, as organizações podem operar em escritórios reduzidos e diminuir custos com impostos e benefícios empregatícios.

O que é economia gig? Descubra
Fonte: Freepik

Os millennials também são responsáveis pela mudança na forma de se destacar nesse meio. A preparação profissional é um fator de destaque na gig economy. O crescimento do número de profissionais qualificados, fez com que a briga por um espaço no mercado de trabalho se tornasse cada vez mais acirrada.

Apesar de ser uma grande oportunidade, esse modelo de trabalho exige um alto nível de organização para que funcione sem intercorrências. Não há espaço para acomodação já que o profissional é o responsável pelo controle, rumo e resultados gerados pelas próprias decisões de carreira.

Exemplos de gig economy

Como mencionamos anteriormente, a economia gig tem sido uma tendência crescente nos últimos anos, com mais e mais pessoas se tornando trabalhadores independentes.

E os principais benefícios desse tipo de emprego são que ele oferece flexibilidade e independência a quem o deseja.

A logtech Meu Chapa, é um exemplo desse modelo de trabalho. Com o nosso aplicativo, chapas de todo país podem se conectar com ofertas de serviço de carga e descarga. Além de contar com ofertas de serviços diretamente pela plataforma e com potencial de menor deslocamento para realização dos trabalhos e frequência de tarefas.

O app também oferece flexibilidade e mais oportunidades para os indivíduos gerarem renda. Além de permitir um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal que muitos funcionários procuram.

O que é economia gig? Saiba
Fonte: Freepik

Conheça a MeuChapa e sua plataforma tecnológica para o seu processo logístico

Ao contar com a MeuChapa, além de ter acesso aos melhores profissionais de carga e descarga, você também acompanhará todo o percurso do seu produto até o destino final. É mais praticidade para o seu dia a dia.

Com o uso da plataforma MeuChapa, o chapa, o caminhão e a carga passam a se encontrar no local certo, na hora certa, obtendo a máxima eficiência nessa operação. Maior segurança e controle para operações de cargas.

Dora